A ousadia de Sense8

11139411_698125606964206_7120265407698939508_n

No dia 5 de Junho estreou a tão esperada série criada pelos irmãos Wachowski,
que ficaram conhecidos mundialmente pela franquia de filmes Matrix.

A série tem como base a história de oito estranhos: Will (Smith), Riley (Middleton),
Capheus (Ameen), Sun (Bae), Lito (Silvestre), Kala (Desai), Wolfgang (Riemelt)
e Nomi (Clayton).

Cada indivíduo é de uma cultura e parte do mundo diferentes.
Em seu cotidiano, todos subitamente têm uma visão da violenta morte de uma mulher
chamada Angelica e, a partir de então, eles, de repente, descobrem estar mental
e emocionalmente ligados um ao outro, sendo capazes de se comunicar,
sentir e apoderar-se do conhecimento, linguagem e habilidades alheios.
A esse tipo de dom é dado o nome de Sensate.
Enquanto tentam descobrir como e porquê esta conexão aconteceu e o que isso
significa, um misterioso homem chamado Jonas tenta ajudar os oito.

Enquanto isso, uma organização chamada “Whispers” tenta caçá-los, usando o mesmo
poder “sensate” para ganhar acesso total a uma mente sensate (pensamentos/visão)
depois de olhar em seus olhos. Cada episódio reflete os pontos de vista dos personagens
que interagem uns com os outros enquanto aprofundam suas origens, suas diferenças e as experiências passadas que possam uni-los.

É um série bem ousada tanto em enredo como visualmente falando, cenas de sexo mescladas a muito violência com questionamentos e mais questionamentos.

A primeira temporada composta por 12 episódios está disponível na integra pelo serviço
de streaming da Netflix.

Anúncios

O Pistoleiro e o Homem Santo – Thiago H. N. D’arc.

thiago perfil

 

 

 

 

 

 

 

O Pistoleiro e o Homem Santo – Thiago H. N. D’arc.

É um conto criado pelo escritor valadarense de 26 anos,
Thiago H. N. D’arc., pseudônimo de Thiago Henrique Nogueira.

Thiago é um escritor da nova geração, com boas ideias e com boa base
literária, suas principais influências, são Georges Simenon, Ian Fleming,
George R.R.Martin, Alexandre Dumas, Robert E. Howard e Stephen King.

Que o ajudaram a embarcar no mundo da literatura, e formar suas próprias
ideias e técnica de escrita, com bastante personalidade.

Prova disso é o seu conto: O Pistoleiro e o Homem Santo, que foi
campeão do primeiro concurso promovido pelo grupo “Wattpad Fantástico”,
onde ele concorreu com outros jovens escritores nacionais.

Atualmente Thiago H. N. D’arc. está produzindo um romance intitulado
“Deus Le Volts”.

conto: http://www.wattpad.com/121232605-conto-o-pistoleiro-e-o-homem-santo
facebook: https://www.facebook.com/thiagohenrique.nogueira.9?fref=ts

pistoleiro e o homem santo_2

Nintendo na E3 2015

mario_sad-640x353

Por: Douglas Lima

É os japoneses da Nintendo estão mesmo sem muitas ideias para tirar do buraco seu console WiiU. As vendas não alcançaram as metas, e nem mesmo o estrondoso sucesso do sistema amiibo, que utiliza bonecos colecionáveis para acessar atualizações e modificações, salvaram o console. E a mensagem entendida por todos os fãs foi “desistimos, comprem um 3DS que tá legal!” .  Foram poucas as novidades e nenhuma com impacto que todos nós fãs esperávamos. Ninguém quer pagar um alto preço por um console que seu controle já equivale à metade do preço final e que não possui vantagem alguma, e a Nintendo ainda não descobriu isso. É como chegar em uma concessionária escolher um carro feio, sem rodas e com dois bonecos pendurados no retrovisor.

A salvação que todos aguardavam o tão falado Zelda não veio e talvez venha apenas para o próximo console, que está em desenvolvimento, chamado apenas de NX. Um dos principais motivos dessa decadência talvez seja atribuído à resistência da desenvolvedora em adaptar o novo ao já existente mas que funcione, como a Sony ao adaptar o controle do Xbox360 ao seu e reinventá-lo com um sistema touch que tem cumprido muito bem o seu papel. É preciso entender o consumidor a nível mundial, não criar um console para “olho puxado” e achar que todos comprarão.

A Nintendo vendeu Wii pela diversão e por proporcionada e pela novidade, e realmente não era necessário empenho na composição gráfica dos jogos. Mas este mercado novo quer mulher bonita! O novo Star Fox parecia desenvolvido para o defunto Game Cube, estava irreconhecível para esta nova geração. Mas não se pode descartar a aparente deliciosa experiência de jogá-lo, por sua nostalgia e jogabilidade.

Mudando de pau para cavaco, o 3DS sim recebeu títulos que enchem aos olhos e vale a pena conferir. Um dos títulos Yo-Kai Watch é uma promessa no ocidente, e foi sucesso de vendas no Japão. Além dele The Legend of Zelda: Triforce Heroes , que une vários jogadores para resolver vários quebra cabeças e utiliza o sistema amiibo. E o esperado Metroid Prime: Federation Force que dispensa comentários, é Metroid, pronto! Então só nos resta aguardar, já que talvez a frase que mais marcou esse E3 para Nintendo foi: Temos novidades, aguardem. Estamos aguardando, mas tem ofertas mais tentadoras que aguardar.

Arnold Schwarzenegger vira estátua de cera em pegadinha beneficente

exterminador-do-futuro2-g1

O ator austríaco Arnold Schwarzenegger mostra porque ainda é um dos mais
carismáticos e queridos dos atores de hollywood.

Para divulgar uma campanha beneficente, o astro se caracterizou de Exterminador do Futuro, e foi passear pelas ruas de Los Angeles.

Dizia “Venha comigo se quiser viver”; foi em uma loja procurar um óculos
escuros à prova de balas, tirou fotos, brincou com um sósia na rua, e muito mais.

Mas o ponto alto foi no  Museu de Cera Madame Tussauds, famoso por ter estátuas de atores,cantores e atletas em tamanho natural, e fingir ser uma estátua de cera.

Confira o resultado no vídeo logo abaixo:

Convergence: Ideia antiga pra salvar o futuro?

dc-convergence-630x420

Por: Douglas Lima

Terminou a saga Convergence da DC e para quem não viu, a saga mostra Brainiac como o principal mentor de tudo, onde ele quebra as barreiras do multiverso e une personagens de vários universos em apenas uma realidade para observá-las. A partir desse início ridículo é desenvolvido um roteiro simplório e desmotivante.  Quem quiser dê seu perdão ao iniciante Jeff King, que é mais conhecido por seus roteiros para séries de TV como White Collar. Mas se com isso está tudo perdido e enfim chegamos ao fundo do poço nos quadrinhos, a resposta é simples e curta: não!

Que está cada vez mais viva uma crise criativa em todos os setores do entretenimento, isto não é segredo para ninguém. Conseguir novos públicos além dos fiéis nerds de longa data, talvez seja o maior desafio de qualquer editora no mundo. E essa saga traz novas possibilidades de criação e trazer consigo novos adeptos e resgatar alguns perdidos. Todos fãs devem se lembrar que a DC tem como principal vantagem contra sua arqui-inimiga memoráveis histórias como “A foice e o martelo” e “O Cavaleiro das Trevas” que são épicos e leitura obrigatória para qualquer fã. E essa nova fase pode significar extensões de mundos com o qual nos identificamos e amamos, ou um início para o público casual que está mais ligado aos mundos de outras mídias como cinema.

Nem tudo está perdido, mas o trabalho para fazer com que essa ideologia que é esta saga se tornar realmente funcional e encher nossos olhos será árduo e a longa data. Citamos algumas sugestões para que essa saga não seja uma desculpa para parar por dois meses as revistas e preparar os corações para o fracasso do novo Batman.

1 – Roteiristas novos

Está mais que na hora de abrir portas para roteiristas de quadrinhos independentes criarem mundos e situações diferentes do convencional. Para quem acompanha as grafic novels da turma da Mônica entende o que eu digo. O trabalho é simplesmente surpreendente! Ver a desconstrução daquele mundo infantil que estávamos acostumados por um mundo quase real, que nos faz refletir e nos deixa de boca aberta com uma magnífica arte. Entregar sem restringir a criatividade e aguardar o resultado. Comercialmente uma loucura, mas os fãs agradecem.

2 – Investir em edições fechadas

As edições especiais e fechadas são muito bem produzidas pela DC. Grandes tramas e inimigos surgem destas histórias. Sem dar muitas explicações para locais e exato momento em que  acontece a história, e nos deixar especular em que momento acontece e se realmente é possível.

3 – Crossovers

Eu sonho com o dia em que o Batman discuta com outro sobre a efetividade de seu trabalho. Trazer encontros inusitados e mostrar a fundo as diferenças entre eles e suas personalidades em constante conflito.

Enfim, não perca a esperança, a história da saga é um sacrifício para algo muito maior. É um novo começo, que promete trazer uma editora com uma nova cara e novos fãs. E que não morra na promessa. Amém.

Nintendo World Championships retorna depois de 25 anos

logo-championships

Para quem não se lembra o “Nintendo World Championships”, foi um evento de games
que ocorreu em 1990, foi promovido pela empresa japonesa de games “Nintendou Kabushiki Gaisha”
que aqui no ocidente é conhecida como Nintendo Company, Limited.

Na época foi um grande frisson, até hoje é lembrando como um evento histórico e
considerado lendário pelos próprios “nintendistas”.
Quem nunca ouviu falar no cartucho dourado não é mesmo?

Neste ano de 2015 tivemos essa agradável surpresa com o retorno do evento.
Ele foi transmitido no dia 14/06/2015 ao vivo pelo youtube.

Veja a transmissão completa do evento no link abaixo:

Christopher Lee morre aos 93 anos

Programme Name: Timeshift: How to be Sherlock Holmes - The Many Faces of a Master Detective - TX: n/a - Episode: Timeshift: How to be Sherlock Holmes - The Many Faces of a Master Detective (No. n/a) - Embargoed for publication until: n/a - Picture Shows:  Christopher Lee - (C) BBC - Photographer: Matthew Thomas

Sir Christopher Frank Carandini Lee (Christopher Lee), nasce em Londres
Inglaterra, em 27 de maio de 1922.

Foi um ator britânico muito brilhante e longevo em sua carreira,
ficou mundialmente conhecido com o filme: Drácula O Vampiro da Noite (1958),
interpretanto o próprio “Conde Drácula”.
Sendo essa uma das suas várias atuações em filmes de terror pelo selo da
companhia cinematográfica britânica Hammer Film Productions.

lee_drácula

 

 

 

 

 

 

 

No ano de 1974 interpretou o temido “Francisco Scaramanga” o vilão
do filme: 007 contra o Homem da Pistola de Ouro.

lee_golden gun

 

 

 

 

 

 

 

No ano de 2001 Lee realizou um grande sonho, desde jovem já era leitor
e fã de J. R. R. Tolkien, relata que até conheceu o próprio à muitos anos atrás
em um pub de Londres que ele frequentava.

lee_saruman

Procurado pelo diretor Peter Jackson ele inicialmente era cotado
para interpretar Gandalf, mas acabou que ficou com o papel de Saruman.
Personagem esse que o imortalizou nas mentes dos espectadores mais jovens.

Esse incrível papel foi feito a partir do filme:
O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001),
seguido por O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (2002),
The Lord of the Rings: The Return of the King (2003) *só na versão extendida.

E em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012),
O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013) e O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
(2014).

No ano de 2002 interpretou o “Conde Dooku” no filme:
Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones, posteriormente em 2005
Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith e por último
em 2008 dublou a animação Star Wars: A Guerra dos Clones.

lee_star wars

 

 

 

 

 

 

 

Lee faleceu no último domingo 07 de junho de 2015 por problemas
de insuficiência cardíaca e respiratória.

Deixa um legado gigantesco, se tornando uma grande lenda e exemplo
de profissional e pessoa, não só para os atores da nova geração,
mas também para nós espectadores e fãs da sétima arte.

Do Distopia Rastreada fica nossa admiração e respeito a esse grande
profissional. Vá em paz nosso eterno Saruman!