O Corvo (The Raven, 2012)

teste

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diretor:
James McTeigue

Elenco Principal:
John Cusack – Edgar Allan Poe
Luke Evans – Inspetor Emmett Fields
Alice Eve – Emily Hamilton
Brendan Gleeson- Capitão Hamilton
Oliver Jackson-Cohen – PC Cantrell
Kevin McNally – Maddux
Sam Hazeldine – Ivan / Reynolds
Pam Ferris – Senhora Bradley
John Warnaby – Griswold, referência a Rufus Wilmot Griswold

País:
E.U.A

Gênero:
Terror

Sinopse:
O escritor Edgar Alan Poe (John Cusack) está na caça de um assassino serial que
imita os crimes de seus contos e ainda sequestrou sua noiva Emily (Alice Eve).
Para ajudá-lo na investigação, o detetive Emmet (Luke Evans) assume o caso e pretende
dar um fim aos terríveis assassinatos, que são seguidos de charadas criadas pelo
criminoso que desafia a inteligência do autor num jogo de gato e rato.

Comentários:
O filme se passa nos E.U.A do século XIX. Conta os últimos dias de vida do famoso
escritor de contos de terror Edgar Alan Poe, que foi um tanto quanto insano
e desequilibrado por boa parte de sua vida. Só que nesse longa metragem mistura fatos
reais com a ficção, o que torna mais interessante o desfecho da história.
Apesar de John Cusack (Edgar Alan Poe) não ter um interpretação muito boa nesse filme,
vale a pena conferir.

Nota:
3
base rodapé cinema-

Idiocracia (Idiocracy, 2006)

teste

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diretor:
Mike Judge

Elenco Principal:
Luke Wilson – Joe Bauers
Maya Rudolph – Rita
Dax Shepard – Frito Pendejo
Terry Alan Crews – Presidente Dwayne Elizondo Mountain Dew Herbert Camacho

País:
E.U.A

Gênero:
Comédia

Sinopse:
O bibliotecário do exército Joe Bauers(Luke Wilson) é intimado a participar
de um projeto secreto do exército intitulado “Hibernação Humana”, onde se
consiste no congelamento dos melhores soldados, para que eles sejam “acordados”
quando realmente forem necessários.
Só que Joe não foi escolhido por se enquadrar nesses quesitos, mas por ele ser mediano
em tudo, não ter família, mulher ou filhos. Sendo assim a cobaia perfeita.
E não só ele estava no projeto, como também Rita (Maya Rudolph) uma prostituta que
topou participar pela grana oferecida. O projeto era para durar 1 ano, mas devido a acontecimentos inesperados a base foi fechada, com isso Joe e Rita acordam 500 anos depois, em um Estados Unidos totalmente distópico e emburrecido.

Comentários:
Um humor negro nota 5 com certeza!
Como ponto de partida imagine um E.U.A com um presidente ex lutador de Wrestling,
com metralhadora na mão e cordão de “mano”.
Mas não para por ai, Idiocracia é uma crítica ferrenha ao automatismo, onde as
pessoas não precisam mais pensar, ou se esforçar para fazer nada.
Tudo está a um click de distância, o consumismo impera, resultando em uma
sociedade uniformemente estúpida e desorientada.
Uma grande crítica social disfarçada de humor.

Nota:
5
base rodapé cinema-

Franquia Robocop (part 2)

v6_

Olá Ouvintes!
Sejam bem vindos a mais um podcast do Distopia Rastreada.

Nesse episódio: Beethoven Sathler, Douglas Lima e João Paulo.
Vão falar sobre a segunda parte do podcast Franquia Robocop.
Conheça Nikko a garota que vendia bonecos e o dia que Robocop se tornou
um Winspector!
Aprenda também que um remake nem sempre é ruim como parece.
Então aumente o som e curta a segunda e última parte desse podcast!

3x3

 

 

 

Críticas e sugestões, mande seu email para: contatodistopiarastreada@gmail.com
Página Facebook: Distopia Rastreada

O Cavaleiro Solitário (The Lone Ranger, 2013)

teste

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diretor:
Gore Verbinski

Elenco Principal:
Johnny Depp – Tonto
Armie Hammer – John Reid/O Cavaleiro Solitário
William Fichtner – Butch Cavendish
Tom Wilkinson – Latham Cole
Barry Pepper – Capitão Jay Fulle
James Badge Dale – Dan Reid
Helena Bonham Carter – Madame Red

País:
E.U.A

Gênero:
Faroeste

Sinopse:
Colby, Texas, 1869.
John Reid (Armie Hammer) é um advogado que acaba de retornar
à sua cidade-natal, onde vive seu irmão Dan (James Badge Dale), a cunhada Rebecca
(Ruth Wilson) e o sobrinho Danny (Bryant Prince). John está disposto a cumprir a
justiça ao pé da letra, mas o seu encontro com O índio Tonto (Johnny Depp)
muda drasticamente o rumo dessa história.

Comentários:
Mais uma história do velho e bom gênero de faroeste, é sem dúvidas
um blockbuster de qualidade.
Só que apesar do nome ser “O Cavaleiro Solitário”, nos deparamos com o
protagonista sendo o seu fiel escudeiro Tonto, o filme gira todo em torno
de sua ótica. O que é algo interessante, ainda mais por colocar um índio
nativo americano como personagem principal, algo raríssimo de se ver.
Mescla ação, humor e aventura. Bem ao estilo que foi a franquia Piratas do Caribe.

Nota:
5
base rodapé cinema-

Super Size Me – A Dieta do Palhaço (Super Size Me, 2004)

teste

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diretor:
Morgan Spurlock

Elenco Principal:
Morgan Spurlock
Alexandra Jamieson
Dr. Lisa Ganjhu

País:
E.U.A

Gênero:
Documentário

Sinopse:
O diretor Morgan Spurlock decide ser a cobaia de uma experiência: se alimentar apenas
em restaurantes da rede McDonald’s, realizando neles três refeições ao dia durante
30 dias. Gradualmente durante experiência, o diretor fala sobre a cultura do fast food
nos Estados Unidos, além de mostrar em si mesmo os efeitos físicos e mentais que os
alimentos deste tipo de restaurante provocam.

Comentários:
Comprova o que já vem sendo dito à anos, “fast food” em excesso faz mal.
Esse documentário não é só um ataque direto a uma famosa rede de alimentos
de fast food, mas sim a todas. E como os norte americanos estão cada vez
mais obesos, se isso não basta-se mostra que o consumo em excesso é tão
prejudicial quanto consumo de bebidas alcoólicas ou de cigarros.
Descubra com esse documentário a realidade por trás dos famosos lanches “felizes”.

Nota:
4base rodapé cinema-